Austeníticos

Conheça as famílias dos aços inoxidáveis.

Os aços inoxidáveis austeníticos contêm uma quantidade significativa de cromo e níquel ou manganês suficiente para “estabilizar” a microestrutura de austenita que dá a esses aços boa conformabilidade e ductilidade (e os torna não-magnéticos). Uma composição típica é de 18% de cromo e 8% de níquel, como no popular 304. Alguns aços inoxidáveis da série 300, como o 316, também contêm molibdênio. Isso aumenta a resistência do material em meio ácido e à corrosão por pites e por frestas.

Os aços inoxidáveis austeníticos são muito duráveis e resistentes à corrosão e têm alta ductilidade, baixa tensão de ruptura, alta resistência à tração e boa soldabilidade. Por tudo isso, eles podem ser usados em uma ampla gama de situações.

INOX 304 VS. “SÉRIE 200” – CUIDADO PARA NÃO LEVAR GATO POR LEBRE!

Cada aço inox possui uma composição química, portanto, é produzido para determinadas aplicações. Essa composição química tem um custo e ...

Principais benefícios

  • Excelente resistência à corrosão
  • Excelente soldabilidade (todos os processos)
  • Excelente formabilidade, fabricação e ductilidade
  • Excelente características de higiene
  • Excelente propriedades a altas e  baixas temperatura
  • Não magnético (se no estado recozido)
  • Endurecível apenas pelo trabalho frio

Aplicações

Usos mais comuns:

  • Molas da tecla do teclado do computador (tipo 301);
  • Pias de cozinha e cubas profundas (tipo 304);
  • Equipamentos de processamento de alimentos (tipos 304 e 316);
  • Aplicações arquitetônicas (tipos 304 e 316);
  • Indústrias química e petroquímica, vasos de pressão e tubulações (tipos, 304H, 316, 2205);
  • Tratamento de água e esgoto, tubulações, caixas d’água (tipo 304, 316);
  • Instrumentos cirúrgicos (tipo 301), implantes cirúrgicos (316).

Principais acabamentos

Acabamentos mais comuns de superfície para produtos planos:

 1º) Acabamentos produzidos por laminação:

 Nº 1 ou  (1 D)  laminado  a  quente,  recozido  e  decapado  (aspecto  fosco  e  áspero)

2 D   ou (2D) laminado a frio, recozido e decapado (aspecto fosco)

2 B  ou (2 B)  laminado  a  frio,  recozido,  decapado  e  laminado  por  skin  pass ( aspecto de  brilho)

 BA  ou  (2R)  laminado  a  frio,  recozido  com  atmosfera  controlada  e  decapado ( aspecto  brilhante)

 TR ou  (2H)  laminado  a  frio ,   encruado  e  decapado  (aspecto  fosco)  onde  se  exige alta dureza.

2º) Acabamentos  especiais (produzidos por processos mecânicos):

 Nº 3 / 4 ou  (1J /2)  escovado  –  grau  de  escovamento  com  rugosidade  abaixo de 40 microns Ra e 25 microns Ra.

 Nº 6 ou (1K/2K)  polido  ,tipo  satin  finish  (cetim),  com  rugosidade  máxima  de 0,5 microns Ra.

 BB ou (1P / 2P) polido brilhante com aspecto de espelho

 Nota:  acabamentos  com  número  1,  refere  se  a  laminado  a  quente  e  o  número 2 a laminado a frio

3º) Acabamento especial produzido por processo químico:

 (2L) Colorido para engrossar a camada passiva e  produzir  uma  ampla  gama de cores.

SAIBA MAIS SOBRE AS OUTRAS FAMÍLIAS DO AÇO INOX​

Duplex

Os aços inoxidáveis ​​duplex formam a mais recente família de aços inoxidáveis, testados já na década de 1930 e produzidos ...

Martensíticos

Os aços inoxidáveis ​​martensíticos têm uma excelente relação resistência/peso, forte resistência à corrosão, boa dureza e uma ampla gama de ...

Ferríticos

Os aços inoxidáveis ferríticos têm propriedades semelhantes às do aço doce, mas apresentam melhor resistência à corrosão. Os mais comuns são ...

Austeníticos

Os aços inoxidáveis austeníticos contêm uma quantidade significativa de cromo e níquel ou manganês suficiente para “estabilizar” a microestrutura de ...